Páginas

10 agosto 2013

Belle


Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel  por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade? A autora, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso. 

Mais que um simples livro, Belle é uma verdadeira obra prima. Emocionante, perfeitamente escrito e com uma carga emocional impressionante, 

Belle é uma linda e inocente menina, que vive em uma casa ''normal'', com uma vida comum e pacata.  O que ela não sabia, era que sua mãe administrava um bordel, e que sua casa era esse bordel.

Inocente, Belle em um dos seus passeios matinais, acaba por conhecer Jimmy, um garoto que vai morar próximo a sua casa. Nasce então uma amizade pura, singela e verdadeira que acaba por aproxima-los.

Belle acaba adormecendo num dos quartos doas meninas do bordeu e acaba descobrindo da pior forma possível tudo o que acontecia em sua casa.

Imagine uma menina inocente – sem nem ao menos saber o significado da palavra prostituta – presenciar uma cena de sexo violento?! E mais, ao final ver o assassinato da prostituta?

Sua vida estaria prestes a mudar a partir do momento em que o assassino, após manter relações sexuais com a prostituta, matá-la, e descobrir que Belle estava debaixo da cama, vendo e ouvindo tudo.
A única saída foi sequestrar a inocente garota. Pior, vendê-la e obriga-la a entrar em um mercado desconhecido e a princípio repugnante para ela: a prostituição.

Não é uma leitura leve, tem cenas fortes que te deixam indignado e te fazem pensar a que ponto o ser humano é capaz para tentar esconder algo de errado que fez, ou pelo simples prazer de estar nadando em grana, mesmo que para isso seja preciso destruiu a vida de pessoas inocentes.

O livro apresenta duas linhas paralelas de uma mesma história e com um mesmo propósito. Enquanto nos é narrado a história de Belle, viajando pelo mundo, sendo jogada de país em país, também conhecemos o outro lado. O lado onde todos os seus conhecidos estão desesperados em uma busca frenética em Londres para acha-la; O lado onde o seu amigo Jimmy era o mais ávido e decido a encontra-la, nem que para isso sua vida estivesse em jogo. Ele percebeu-se apaixonado.

Acho que a frase que vem acompanhada ao título do livro: ‘É preciso coragem para perder a inocência’, resume muito bem tudo o que é proposto. Belle teria coragem para perder a inocência?!

A narrativa é ótima, sem pressa, e como disse, o livro é  detalhadamente escrito, sem ser cansativo. Deixa o leitor ávido para descobrir o que vai acontecer na página seguinte.

Belle tem continuação e segundo livro é Entre o Amor e a Paixão.

BOA LEITURA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar.

paginas