Páginas

08 julho 2014

1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?


O livro é narrado em 1ª pessoa por Florence, que já começa contando como conheceu a biblioteca e seus esforços para aprender a ler sozinha. Com isso, eu fiquei muito frustrada com o título que o livro recebeu no Brasil. Quando você pega esse livro, o que você imagina quando lê o título é que a menina não sabia ler a maior parte do livro, e que, talvez, ela usasse a imaginação, fingindo que estava lendo certa coisa no livro. Mas não há nada disso, já que Florence já sabia ler e, com o rumo que a história foi tomando, o título original (Florence and Giles) e a capa original, combinariam muito mais com a atmosfera do livro, já que a capa brasileira sugere uma história bonitinha, até mágica. Mas a verdade é que é uma história pra lá de sinistra!

                John Harding usou e abusou da atmosfera gótica, tendo seu livro comparado até com as obras de Edgar Allan Poe e, embora eu nunca tenha lido nada do Poe (infelizmente), eu sei mais ou menos como é a atmosfera de suas histórias.

                Florence é uma personagem cativante, com suas fugas à biblioteca para ler e as histórias que inventava para sempre estar indo conferir mais um livro. Qual leitor não admiraria Florence e sua determinação em ler? Eu simplesmente adorei a garota. Quando Giles tem de ir para uma escola de garotos em Nova York, Florence se sente solitária, mas logo faz amizade com Theo, um garoto um pouco mais velho que ela e que de início ela não se afeiçoou muito.

                É quando Giles está de volta para casa que as coisas começam a ficar sombrias, já que ele não poderá voltar para a escola e deverá estudar em casa, tendo o tio que contratar uma preceptora, que morre algum tempo depois de maneira trágica e até misteriosa (não é spoiler, tá na sinopse). Com  a chegada de sua substituta, a Srta. Taylor, Florence logo vê que há algo de errado nela e desconfia da enorme dedicação que a mulher tem por Giles.

                Como o livro é narrado por Florence, não temos ideia se tudo o que se passa é fruto de sua imaginação ou se é real, nos deixando no escuro, acreditando apenas no que a garota acredita. A Srta. Taylor é daquelas mulheres que usam apenas preto e sua maneira de agir gera grande desconfiança. Eu admito que fiquei com medo dela.

Boa Leitura...

2 comentários:

  1. Olá Sylvia, Tudo bom?
    Nunca li esse livro, a um tempo atras eu ia compra-lo mas fui pesquisar algumas criticas e acabei mudando de ideia, como você mesma falou o titulo e a capa aparentam uma coisa e o livro acaba tomando outro rumo. mas no geral como é a escrita do livro?Qual a nota que você daria para ele?
    Até hoje eu ainda tenho curiosidade, mas nunca comprei pois eu tenho a impressão que vou me decepcionar com ele.

    Seu blog esta lindo.

    Beijos.

    http://mundoagridoce06.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ola... obrigada por visitar e comentar...
    É uma leitura pesada, confusa, me perdi algumas vezes. Mas amo o empenho da personagem em ler. Nota??? Sei não, realmente não foi como eu imaginava, mas mesmo assim, gostei. Mas se ja tem uma certa dificuldade em relação a esse livro, melhor procurar outro, afinal é melhor está de coração aberto. Muito obrigada... beijocas

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar.

paginas